Devido a vários motivos — entre eles o alto número de parcelamentos, a falta de planejamento financeiro e imprevistos como a perda do emprego e acidentes — muitos clientes não conseguem pagar as contas e ficam endividados.

Isso gera problema na receita das organizações, então, vários empresários se perguntam como reduzir a inadimplência, e essa realmente não é uma tarefa fácil.

Entretanto, é preciso ter cuidado na hora de realizar cobranças: vale lembrar que o Art. 42 do Código de Defesa do Consumidor proíbe que o cliente seja exposto ao ridículo e a qualquer constrangimento ou ameaça.

Então, como resolver essa situação? Fique tranquilo, pois neste post explicaremos os impactos causados pela inadimplência, além de dar dicas de como reduzi-la. Vamos lá?

Quais são os impactos da inadimplência nas empresas?

Sem conseguir acompanhar o futuro financeiro do negócio com clareza o empresário pode ficar com dúvidas, por exemplo, sobre quanto deve investir na expansão da companhia e em seu aperfeiçoamento.

Em algumas situações, pode acontecer de investimentos serem feitos e, mesmo que planejados, o valor final gasto acabar desfalcando mais do que a empresa havia inicialmente pensado — e isso ocorre porque o negócio perdeu parte de suas receitas por causa da inadimplência dos consumidores.

Além do mais, a falta de pagamento, principalmente se for por um longo período de tempo, pode resultar em um futuro cancelamento do cliente, o que também é prejudicial ao negócio.

Para piorar a situação, vários empreendimentos têm custos fixos e recorrentes, que são necessários para manter os serviços da empresa funcionando. Podem ser, por exemplo, uma plataforma, o aluguel do espaço físico, a mensalidade de um software etc.

Assim, com a inadimplência dos clientes, o planejamento financeiro da empresa pode ficar defasado, interferindo no cumprimento das pendências com fornecedores, infraestrutura e, até mesmo, com funcionários, já que será difícil saber ou estimar quais serão os ganhos mensais do empreendimento.

Então, como reduzir a inadimplência?

Como já mencionamos, os impactos causados por essa situação dificultam bastante o planejamento das empresas.

Porém, existem algumas estratégias que podem ser usadas com o objetivo de contornar essa situação.

As dicas vão ajudar a evitar o problema e, assim, você terá um controle maior das finanças do seu negócio e saberá com mais precisão as pessoas que pagam corretamente e quais são aquelas que não efetuam ou atrasam os pagamentos com frequência.

Veja abaixo algumas práticas que vão ajudar a sua empresa a reduzir a inadimplência.

Invista em formas de pagamento facilitadas

Obviamente, é preferível receber à vista. Vale a pena conversar com o cliente sobre as vantagens dessa forma de pagamento e até oferecer descontos.

Mesmo assim, nem sempre o consumidor tem condições e, portanto, fica mais viável para ele pagar a prazo na hora de adquirir um produto ou serviço.

Dessa maneira, é necessário oferecer opções. As alternativas podem ser, por exemplo, pagamento via cartão de crédito, boleto, débito automático, carnê, entre outras.

Um detalhe muito importante é a definição da data de vencimento. O prazo deve ser compatível com as possibilidades do comprador e também com as necessidades da sua empresa. Assim, aumentam-se as chances de o consumidor honrar o compromisso e da companhia conseguir pagar os custos relacionados ao funcionamento do negócio.

Vale também gerar uma segunda via dos boletos a serem pagos, pois isso facilita a vida do cliente, já que ele conseguirá ter acesso à conta mesmo se não recebê-la na sua correspondência, aumentando as chances de conseguir quitar a fatura no prazo estipulado entre as partes.

Conte com um sistema de gestão

Os sistemas de gestão ajudam a automatizar e integrar vários setores do negócio em um único local. Eles podem ser, por exemplo, atividades relacionadas a vendas, compras, logística, recursos humanos, entre outros.

Com poucos cliques, é possível saber como estão as contas a pagar e a receber. Assim, fica fácil observar os clientes que são inadimplentes e ver quais são os compromissos que estão atrasados.

Construa um bom relacionamento com o cliente

Existem várias formas de comunicação que são usadas com a intenção de construir um bom relacionamento com o cliente.

Entre elas estão e-mails, telefone, chat e redes sociais. Esses canais podem ser utilizados com o objetivo de esclarecer as dúvidas dos consumidores, além de lembrá-los de fazer alguma ação.

Como já destacado, você pode enviar a conta por e-mail e lembrar o comprador sobre o prazo de alguma mensalidade que precisa ser paga.

Envie e-mails automáticos de cobrança

Essa estratégia ajuda o cliente a lembrar que precisa pagar determinada conta. Você também pode aproveitar esse canal de comunicação para disponibilizar a fatura. Dessa forma, o cliente poderá fazer o pagamento usando o Internet Banking ou por aplicativos disponibilizados pelos bancos, economizando tempo com filas.

Para usá-la, defina o prazo para enviar um lembrete. É importante ter um padrão para facilitar esse procedimento. A sua empresa pode, por exemplo, enviar os e-mails com 3 dias de antecedência do vencimento das contas do consumidor.

Ainda é fundamental ter um controle das contas a receber. Essa estratégia ajudará a mapear as datas de vencimento das faturas e você conseguirá enviar os lembretes aos clientes no momento certo.

Procure automatizar as cobranças

A automatização dos processos economiza tempo e traz maior produtividade às empresas. Em relação às cobranças, você define quando enviá-las (se será, por exemplo, 2 ou 3 dias antes do vencimento) e os canais (podendo ser via e-mail, mensagem etc.).

Ainda assim, caso o pagamento seja feito, você poderá pensar em outras ações. A empresa pode optar pelo protesto do título, prever juros e multas por causa do atraso ou, até mesmo, suspender o serviço.

Devido aos impactos causados, a inadimplência é um verdadeiro pesadelo para várias empresas. No entanto, há algumas estratégias que ajudam a amenizar o problema. Entre elas estão construir um bom relacionamento com o cliente, automatizar as cobranças e contar com um sistema de gestão.

Aprendeu como reduzir a inadimplência? Está interessado em implementar essas estratégias na sua empresa? Então entre em contato com a gente!