Sabia que, apesar de ser uma profissão tradicional, o empreendedorismo contábil tem passado por diversas transformações nos últimos anos? As novas tecnologias são as grandes responsáveis por isso.

Elas transformaram a maneira como as pessoas se relacionam, seus hábitos e a forma dos indivíduos de consumir os produtos ou serviços.

Nesse cenário, a tendência é de um ambiente propício às inovações. Agora você deve estar se perguntando: quais são as possíveis mudanças na área da contabilidade? Continue lendo o post, pois nele apresentaremos as principais tendências no setor do empreendedorismo contábil. Acompanhe a seguir.

1. Gestão em tecnologias

Assim como em todo empreendimento, os escritórios contábeis lidam constantemente com questões operacionais que não estão relacionadas aos pontos principais do seu negócio.

Nessa situação, os funcionários precisam lidar com diversas tarefas burocráticas do cotidiano e que não implicam, por exemplo, o atendimento ao consumidor.

Por esse motivo, a tendência é que as empresas de contabilidade contem com diferentes softwares com o objetivo de automatizar tarefas.

Isso otimiza o tempo dos colaboradores, garante agilidade no atendimento ao cliente, aumenta a segurança das operações e diminui o número de erros, reduzindo também o retrabalho. Todas essas questões melhoram a produtividade do escritório.

Esses programas podem facilitar a execução de várias tarefas. Entre elas estão a emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e), a geração de folha de pagamento dos funcionários, o controle de faltas e atrasos dos colaboradores e a verificação de compromissos tributários do escritório.

2. Sistemas de gestão empresarial

Outra necessidade é a facilitação do fluxo de informações entre diversos departamentos dos escritórios. Trata-se de uma das medidas que contribuem para melhorar o desempenho das empresas.

Nesse cenário, cada vez mais profissionais de contabilidade vão contar com o ERP (Enterprise Resource Planning: sistema integrado de gestão empresarial).

Esse programa possibilita automatização de diversos procedimentos e interliga informações sobre várias áreas da companhia. Elas podem ser, por exemplo, atividades ligadas a finanças, compras, vendas, contabilidade, logística, recursos humanos, entre outras.

3. Marketing digital

Em um mercado cada vez mais concorrido, o desenvolvimento de estratégias do marketing digital pode fazer total diferença para o sucesso do seu escritório contábil.

Por outro lado, a disseminação de empresas de pequeno porte ou a popularização dos microempreendedores individuais (MEIs) tem contribuído para o aumento da demanda dos serviços de contabilidade.

Nesse panorama, é claro que o comportamento do consumidor mudou nos últimos anos. Isso pede novas formas de atrair e conquistar clientes.

Por isso, muitas empresas têm usado o marketing digital com o objetivo de ter contato direto com seu cliente, pois várias pessoas estão presentes no meio on-line, interagem nas redes sociais (no Facebook, LinkedIn e Instagram) e procuram informações nos sites.

Para se dar bem nesse ambiente, aposte em estratégias destinadas às mídias sociais e sites. Publique conteúdo de qualidade e relevante para o público no site ou blog da sua empresa. Não se esqueça de otimizar os posts para os mecanismos de busca, como o Google.

Aproveite as redes sociais com o objetivo de divulgar novidades, compartilhar conteúdos novos e esclarecer as dúvidas dos clientes sobre o seu produto ou serviço.

4. Conhecimento dos hábitos dos clientes

As empresas se interessam cada vez mais por conhecer as necessidades e hábitos dos consumidores. Essas informações são usadas com a finalidade de oferecer soluções especializadas para cada tipo de comprador. O objetivo dessa ação é conquistar a fidelidade do consumidor.

Atualmente, existem softwares especializados que permitem o cadastro automático de informações dos clientes. Elas vão desde nome e endereço até o histórico de contatos com o escritório.

Portanto, o CRM (Customer Relationship Management: gerenciamento de relacionamento com o cliente) conta com ferramentas que permitem à empresa verificar se os clientes aparecem, por exemplo, somente para fazer a declaração do imposto de renda ou aqueles que precisam mais dos serviços do escritório.

Esses dados permitem que a empresa consiga atender melhor os interesses do público.

5. Atendimento personalizado

Outra tendência na área contábil é o atendimento personalizado ao consumidor. Em vez de oferecerem apenas serviços pontuais, os profissionais de contabilidade têm acompanhado de perto os processos fiscais e contábeis dos clientes.

Dessa maneira, eles se tornaram aliados no momento da tomada de decisões importantes das empresas. Elas podem ser, por exemplo, em relação ao planejamento tributário, tipo de notas lançadas etc.

6. Especialização dos serviços

Em uma área cada vez mais concorrida, os escritórios de contabilidade têm optado por focar o seu atendimento em uma área específica. Isso significa trabalhar com portfólio de serviços reduzidos, porém mais personalizados, e que atendam melhor às demandas de determinado tipo de cliente.

Atualmente existem escritórios que só atendem determinados tipos de empresa (alguns atendem companhias de pequeno porte ou startups e outros só atendem grandes empresas) e há os que prestam serviços somente a determinado setor (existem escritórios, por exemplo, que atendem à área da saúde e outros que focam o setor da educação).

A atuação focada permite que o contador conheça melhor as rotinas dos clientes ou de determinada área de atuação. Esses conhecimentos permitem que o profissional aperfeiçoe os seus serviços com o objetivo de atender melhor à demanda de seu escritório.

7. Valorização da equipe

Apesar de tudo o que explicamos, nem todas as transformações do empreendedorismo contábil foram provocadas por questões tecnológicas. Existe também uma mudança de mentalidade. Para o escritório continuar crescendo, é sempre bom continuar contando com bons profissionais.

Para conseguir esse objetivo, é importante criar políticas de atração e retenção de colaboradores. Procure sempre motivar os seus grandes talentos, investir em treinamentos, criar plano de carreira para os funcionários e oferecer salários e benefícios compatíveis com o mercado.

A área de contabilidade passou por várias transformações nos últimos anos, e nem sempre é fácil acompanhá-las.

Os escritórios que não se adaptarem a essa nova realidade tenderão a ficar defasados no mercado. Pode parecer complicado adaptar-se a esse novo cenário, mas todo sacrifício é válido, porque ele fará total diferença para o sucesso do seu negócio.

Você está com alguma dúvida em relação ao empreendedorismo contábil? Deixe o seu comentário aqui no post.